Pesquisas
   IBGE Home  |  SIDRA Home  |  Escreva-nos  |  Ajuda  |

Cadastro  
Central  
de Empresas
  
Censo Agropecuário  
Censo Demográfico  
Contagem da  
População
  
Demografia das  
Empresas
  
Estatísticas do  
Registro Civil
  
Fundações privadas  
e associações sem  
fins lucrativos
  
Indicadores de  
Desenvolvimento 
Sustentável
  
Pesquisa Anual  
da Indústria  
da Construção
  
Pesquisa Anual  
de Comércio
  
Pesquisa Anual  
de Serviços
  
Pesquisa  
Assistência  
Médico-Sanitária
  
Pesquisa de Inovação  
Pesquisa de  
Orçamentos  
Familiares
  
Pesquisa de  
Serviços de  
Hospedagem
  
Pesquisa de  
Serviços de  
Publicidade  
e Promoção
  
Pesquisa de  
Serviços de  
Tecnologia  
da Informação
  
Pesquisa Industrial  
Anual - Empresa
  
Pesquisa Industrial  
Anual - Produto
  
Pesquisa Mensal  
de Comércio
  
Pesquisa Mensal de  
Emprego
  
Pesquisa Mensal de  
Serviços
  
Pesquisa Nacional  
de Saneamento  
Básico
  
Pesquisa Nacional de  
Saúde
  
Pesquisa Nacional  
de Saúde do  
Escolar
  
Pesquisa Nacional  
por Amostra de  
Domicílios
  
Pesquisa Nacional  
por Amostra de  
Domicílios Contínua  
Trimestral
  
Pesquisa Pecuária  
Municipal
  
Produção Agrícola  
Municipal
  
Produção da  
Extração Vegetal  
e da Silvicultura
  
Produto Interno  
Bruto dos  
Municípios
  
 
 
   

 

Pesquisa Mensal de Emprego

Motivação para a revisão da pesquisa

O IBGE, como principal órgão produtor de informações e estatísticas públicas de natureza econômica, social e demográfica no País, procura, permanentemente, atualizar seu programa e processo de trabalho, considerando os avanços recentes nos procedimentos metodológicos e tecnológicos para a produção de estatísticas, com vistas à melhoria de qualidade e à redução de prazos. Para tal, adota metodologias e tecnologias para seu programa de levantamentos e pesquisas valendo-se da sua própria experiência adquirida ao longo dos anos e da absorção de experiências internacionais acumuladas por órgãos de estatística de reconhecida competência, bem como de recomendações metodológicas de organismos internacionais, visando produzir informações relevantes e atuais para a compreensão da realidade brasileira e para subsidiar a formulação e monitoramento de políticas públicas. Para a formulação de suas pesquisas, o IBGE mantém um canal de comunicação com usuários públicos e privados.

A Pesquisa Mensal de Emprego - PME vem fornecendo indicadores para avaliação conjuntural do mercado de trabalho a partir de 1980. Porém, desde 1982 o conteúdo da investigação da PME não havia passado por um processo de revisão. A abertura comercial, a internacionalização e integração macroregional dos mercados e a globalização do capital, assim como as inovações tecnológicas, provocaram profundas mudanças na estrutura produtiva e, em conseqüência, na alocação da força de trabalho e nas relações de trabalho. Por outro lado, nesse período, a Organização Internacional do Trabalho - OIT fez novas recomendações para a investigação da força de trabalho. Esses fatores levaram o IBGE a realizar uma revisão da PME em todos os seus aspectos, metodológicos e processuais, para que a investigação se ajustasse à realidade atual e continuasse produzindo indicadores para a análise conjuntural do mercado de trabalho metropolitano, tendo sempre presente a comparabilidade internacional.

No processo de revisão da PME, o IBGE conjugou os resultados das reflexões internas decorrentes de um processo contínuo de reflexão sobre as informações produzidas, às conclusões de um Grupo de Trabalho coordenado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (1 e 2), para avaliação das pesquisas conjunturais de emprego e desemprego conduzidas no Brasil e às demandas de usuários da pesquisa. Durante todo o desenvolvimento do trabalho, o IBGE contou com a assistência técnica da Organização Internacional do Trabalho, através de Ralf Husssmanns.

A revisão da Pesquisa Mensal de Emprego visa possibilitar a captação mais abrangente das características de trabalho e das formas de inserção da força de trabalho no sistema produtivo, fornecendo, portanto, mais informações para o estudo do mercado de trabalho e para a formulação e acompanhamento de políticas públicas.

Em síntese, os principais objetivos da revisão da PME foram:

1 – implementação de algumas mudanças conceituais no tema trabalho, seguindo as recomendações internacionais;

2 – ampliação da investigação para se ter melhor conhecimento da população economicamente ativa e da população disponível para o mercado de trabalho;

3 – ajustamento no processo de rotação da amostra para dar mais condições de acompanhamento longitudinal dos resultados;

4 – melhor operacionalização dos quesitos para captação das informações de forma a aprimorar a mensuração dos fenômenos;

5 – introdução do uso do coletor eletrônico para a realização das operações de coleta visando aprimorar o sistema operacional da pesquisa e agilizar a apuração dos resultados.

Objetivo da Pesquisa

A Pesquisa Mensal de Emprego – PME, tem como objetivo produzir indicadores mensais sobre a força de trabalho que permitam avaliar as flutuações e a tendência, a médio e a longo prazos, do mercado de trabalho, nas suas áreas de abrangência. É um levantamento domiciliar utilizado para dar indicativo ágil dos efeitos da conjuntura econômica sobre o mercado de trabalho, além de atender outras necessidades importantes para o planejamento socioeconômico do País. Atualmente a PME abrange as regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre (3) .

Os resultados são construídos para cada uma das regiões metropolitanas abrangidas pela PME e para o conjunto das seis regiões pesquisadas desde 1980.

Âmbito da Pesquisa

A PME é uma pesquisa domiciliar, de periodicidade mensal, que investiga características da população residente na área urbana das regiões metropolitanas de abrangência, com vistas à medição das relações entre o mercado de trabalho e a força de trabalho associadas a outros aspectos socioeconômicos, incluindo todas as atividades econômicas e todos os segmentos ocupacionais. Logo, o tema básico da PME é o trabalho, constando na pesquisa algumas características demográficas e educacionais com o objetivo de possibilitar melhor entendimento da força de trabalho.

A PME é realizada por meio de uma amostra probabilística de domicílios, planejada de forma a garantir a representatividade dos resultados para os níveis geográficos em que a pesquisa é produzida. Para todos os moradores das unidades domiciliares selecionadas para a amostra são obtidas informações sócio-demográficas e, para os de 10 anos ou mais de idade, informações sobre educação e trabalho.

Unidade de Investigação

A PME adota a pessoa, moradora na unidade domiciliar selecionada, como unidade estatística de investigação.

Para caracterizar a unidade domiciliar e as pessoas que são objeto da pesquisa são adotadas as seguintes definições:

Domicílio – é o local estruturalmente separado e independente que se destina a servir de habitação a uma ou mais pessoas, ou que esteja sendo utilizado como tal.

A separação fica caracterizada quando o local de habitação é limitado por paredes, muros, cercas, etc., coberto por um teto, e permite que seus moradores se isolem das demais pessoas da comunidade, arcando com parte ou todas as suas despesas de alimentação ou moradia.

A independência fica caracterizada quando o local de habitação tem acesso direto que permite aos seus moradores entrar e sair do seu local de habitação sem passar por local de moradia de outras pessoas.

Os domicílios são classificados em particulares ou coletivos. Os particulares são moradias onde o relacionamento é ditado por laços de parentesco, dependência doméstica ou normas de convivência. Os coletivos são moradias onde prevalece o cumprimento de normas administrativas.

Unidade Domiciliar – É o domicílio particular ou a unidade de habitação em domicílio coletivo.

Morador – é a pessoa que tem a unidade domiciliar (domicílio particular ou unidade de habitação em domicílio coletivo) como local de residência habitual na data da entrevista.

Pessoas abrangidas pela pesquisa - a PME investiga a população residente, excluindo:

a) as pessoas moradoras em embaixadas, consulados ou legações; e

b) as pessoas institucionalizadas moradoras em domicílios coletivos de estabelecimentos institucionais, tais como: os militares em casernas ou dependências de instalações militares; os presos em penitenciárias, reformatórios, etc.; os internos em escolas, hospitais, asilos, orfanatos, etc.; e os religiosos em conventos, mosteiros, etc.

Notas:

(1) Em meados de 1996, o Ministério do Trabalho e Emprego, preocupado em unificar as pesquisas conjunturais sobre a força de trabalho no Brasil e racionalizar a utilização dos recursos, evitando duplicação de esforços em algumas áreas enquanto havia falta de informações em outras, organizou e coordenou um grupo de especialistas no tema visando definir um núcleo básico para estas pesquisas e o conjunto mínimo de indicadores necessário para o acompanhamento e análise do mercado de trabalho. Embora tenha sido um período de ampla discussão técnica, que contou com especialistas de órgãos produtores de estatísticas e de acadêmicos, além da discussão com especialistas de outros países, o objetivo de unificação não foi alcançado

(2) As diretrizes resultantes deste trabalho foram consolidadas, pelo Ministério do Trabalho e Emprego, no documento : “Diretrizes e Definições visando a resolução das pendências técnicas para as próximas atividades do Grupo Técnico, tendo em vista a elaboração da nova pesquisa domiciliar contínua sobre emprego e desemprego”, mimeo, Brasília, outubro de 1998.

(3) A PME vem sendo realizada desde 1999 na Região Metropolitana de Curitiba, por meio de convênio com o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Social – IPARDES. O processo de revisão será implantado, também, nessa área.

Sumário das tabelas disponíveis

População em Idade Ativa - PIA

População Economicamente Ativa - PEA

População Ocupada - PO

População Desocupada - PD

População não Economicamente Ativa - PNEA

Rendimento Real Habitual do Trabalho Principal

Rendimento Nominal Habitual do Trabalho Principal

Rendimento Real Efetivamente Recebido do Trabalho Principal

Rendimento Nominal Efetivamente Recebido do Trabalho Principal

Opções de consulta

População em idade ativa - PIA

2040 - PIA Total  Descrição da Tabela

2040 - PIA por Sexo  Descrição da Tabela

2041 - PIA por Grupos de Idade  Descrição da Tabela

Opções de consulta

População Economicamente Ativa - PEA

2040 - PEA Total  Descrição da Tabela

2040 - PEA por Sexo  Descrição da Tabela

2041 - PEA por Grupos de Idade  Descrição da Tabela

2042 - Taxa de Atividade Total - PEA/PIA  Descrição da Tabela

2042 - Taxa de Atividade por Sexo  Descrição da Tabela

2043 - Taxa de Atividade por Grupos de Idade  Descrição da Tabela

Opções de consulta

População Ocupada - PO

2050 - PO Total  Descrição da Tabela

2053 - Nível de Ocupação  Descrição da Tabela

2054 - Taxa de Ocupação  Descrição da Tabela

2050 - PO por Sexo  Descrição da Tabela

2051 - PO por Grupos de Idade  Descrição da Tabela

2052 - PO por Anos de Estudo  Descrição da Tabela

2055   Descrição da Tabela / 2056   Descrição da Tabela - PO por Posição na Ocupação

2056   Descrição da Tabela / 2162   Descrição da Tabela / 2163   Descrição da Tabela - PO por Categoria de Posição na Ocupação

2057 - PO por Grupamento de Atividade  Descrição da Tabela

2166   Descrição da Tabela / 2058   Descrição da Tabela - PO por Horas Habitualmente Trabalhadas em todos os Trabalhos

2166   Descrição da Tabela / 2058   Descrição da Tabela - PO por Horas Efetivamente Trabalhadas em todos os Trabalhos

2156 - PO por Tamanho do Empreendimento  Descrição da Tabela

2157   Descrição da Tabela / 2167   Descrição da Tabela - PO por Tempo de Permanência no Trabalho Principal

2160 - PO com Procura de Trabalho nos 30 dias - Total e Distribuição  Descrição da Tabela

2161 - PO Contribuinte da Previdência em qualquer trabalho  Descrição da Tabela

2165 - PO por Tipo de Contrato de Trabalho  Descrição da Tabela

2158 - Pessoas Subocupadas por Insuficiência de Horas Trabalhadas - Total e Distribuição  Descrição da Tabela

2159 - Pessoas com Rendimento/Hora Habituais Inferior ao Salário mínimo/Hora - Total e Distribuição  Descrição da Tabela

Opções de consulta

População Desocupada - PD

2168 - PD Total  Descrição da Tabela

2180 - Pessoas que Sairam do Último Trabalho no Período de 365 dias  Descrição da Tabela

2173 - Nível de Desocupação  Descrição da Tabela

2168 - PD por Sexo  Descrição da Tabela

2169 - PD por Grupos de Idade  Descrição da Tabela

2170 - PD por Anos de Estudo  Descrição da Tabela

2171 - PD por Condição de Trabalho Anterior  Descrição da Tabela

2171 - PD por Condição na Família  Descrição da Tabela

2175 - PD por Tempo de Procura - Distribuição  Descrição da Tabela

2176 - Taxa de Desocupação - Total  Descrição da Tabela

2176 - Taxa de Desocupação por Sexo  Descrição da Tabela

2177 - Taxa de Desocupação por Grupos de Idade  Descrição da Tabela

2178 - Taxa de Desocupação por Anos de Estudo  Descrição da Tabela

2179 - Taxa de Desocupação por Condição na Família  Descrição da Tabela

2276 - Taxa de Desocupação por Grupamento de Atividade  Descrição da Tabela

Opções de consulta

População não Economicamente Ativa - PNEA

2040 - PNEA Total  Descrição da Tabela

2045 - PNEA Distribuição  Descrição da Tabela

2040 - PNEA por Sexo  Descrição da Tabela

2041 - PNEA por Grupos de Idade  Descrição da Tabela

2044 - PNEA por Anos de Estudo  Descrição da Tabela

2046 - PNEA Que não Gostariam de Trabalhar  Descrição da Tabela

2047 - PNEA Que Gostariam e Estavam Disponíveis para Trabalhar  Descrição da Tabela

2048 - PNEA Marginalmente Ligada à PEA  Descrição da Tabela

Opções de consulta

Rendimento Real Habitual do Trabalho Principal

2187 - Rendimento das Pessoas Ocupadas  Descrição da Tabela

2275 - Rendimento dos Trabalhadores por Conta própria   Descrição da Tabela

2192 - Rendimento dos Empregados no Setor Privado  Descrição da Tabela

2190 - Rendimento dos Empregados no Setor Público  Descrição da Tabela

Opções de consulta

Rendimento Nominal Habitual do Trabalho Principal

2189 - Rendimento das Pessoas Ocupadas  Descrição da Tabela

2260 - Rendimento dos Trabalhadores por Conta própria   Descrição da Tabela

2193 - Rendimento dos Empregados no Setor Privado  Descrição da Tabela

2191 - Rendimento dos Empregados no Setor Público  Descrição da Tabela

Opções de consulta

Rendimento Real Efetivamente Recebido no Trabalho Principal

2181 - Rendimento das Pessoas Ocupadas  Descrição da Tabela

2274 - Rendimento dos Trabalhadores por Conta própria   Descrição da Tabela

2185 - Rendimento dos Empregados no Setor Privado  Descrição da Tabela

2183 - Rendimento dos Empregados no Setor Público  Descrição da Tabela

Opções de consulta

Rendimento Nominal Efetivamente Recebido no Trabalho Principal

2182 - Rendimento das Pessoas Ocupadas  Descrição da Tabela

2259 - Rendimento dos Trabalhadores por Conta própria   Descrição da Tabela

2186 - Rendimento dos Empregados no Setor Privado  Descrição da Tabela

2184 - Rendimento dos Empregados no Setor Público  Descrição da Tabela

 

Para obter outras informações sobre emprego consulte o acervo da Pesquisa Mensal de Emprego - Antiga Metodologia
 

 


Melhor visualizado em resolução 800 x 600 ou superior